Bebê fica 7 meses em coma, acorda e sorri para o pai

- Anúncio -

Bebê surpreende toda a família, ao despertar do como após 7 meses internado e sorri para o pai.

Esse é um dos momentos mais emocionantes para um pai ou uma mãe que, após acompanhar um filho lutando pela vida no leito de um hospital, a expectativa é a de que ver a criança abrindo os olhinhos, curado e de preferência sem sequela da doença.

A preocupação dos pais nos primeiros dias e meses de vida dos filhos é perfeitamente natural, quando não há excessos, porque as chances de um bebê ficar doente são maiores nessa fase por conta do sistema imunológico que ainda não consegue proteger como acontece com pessoas adultas, o organismo ainda está em desenvolvimento. Então quando o bebê adoece, a atenção é maior.

- Anúncio -

No caso do bebê Michael Labuschagne, os pais, Stuart e Emma Labuschagne que moram em Bristol, na Inglaterra, viveram meses de ansiedade e angústia com o filho de 11 meses.

O menino Michael deu entrada no hospital levado pelos pais, após ter acordado em casa, no que parecia ser um dia comum, sentindo falta de ar. A equipe médica do Hospital Regional de Bristol, imediatamente atendeu o bebê e diagnosticou parada cardíaca.

Para proteger a saúde mental e os demais órgãos do menino, os médicos tiveram que tomar uma decisão radical, informar os pais sobre a importância de colocar o bebê em coma induzido, após descobrir que ele sofre de fibroma cardíaco.

A batalha foi travada para o bebê se recuperar, assim passados 7 meses, o menino acordou e sorriu para o pai.

- Anúncio -

A mãe de Michael, Emma Labuschagne, falou ao portal Sky News; “Quando os médicos nos disseram sobre o diagnóstico de Michael, ficamos arrasados, sentimos que estávamos esperando que ele desaparecesse e, quando descobrimos sobre Boston, não acreditávamos realmente”.

Ela também falou e agradeceu as doações voluntárias para o tratamento do menino, por meio de uma campanha que fizeram para pagar o tratamento e o procedimento cirúrgico do bebê. “Não podemos acreditar, estamos surpresos, estamos muito agradecidos pela gentileza de todos e agora poderemos cobrir qualquer coisa extra para a cirurgia de Michael, como antibióticos ou oxigênio”.

- Anúncio -

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Qual sua opinião?



Written by Silvia Cardoso Souza

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Qualquer um pode ter um filho, mas é preciso ser especial para ser um pai de verdade

Asa Branca morre aos 57 anos, em São Paulo, vítima de câncer