Com menção a “Juiz de Merda”, alto escalão das Forças Armadas entra na briga com o STF

- Anúncio -

A crise entre os Poderes continua sendo grande alvo de atenção e interesse da população brasileira e internacional que, agora pode ter um novo desdobramento com o alto escalão de Militares da FAB (Força Aérea Brasileira) e o STF (Supremo Tribunal Federal).

Foi enviado um manifesto ao ministro do STF, Celso Mello, que é relator do inquérito que está apurando se houve interferência na Polícia Federal, por parte do presidente Jair Bolsonaro.

Veja trecho do texto com críticas, que foi enviado ao ministro Celso Mello:

- Anúncio -

“Nenhum Militar, quando lhe é exigido decidir matéria relevante, o faz de tal modo que mereça ser chamado, por quem o indicou, de general de merda”.

O ministro do STF, conhece bem essa história, pois a mesma consta no livro ” Código da Vida”, autor Saulo Ramos,que é padrinho do ministro.

Confira outro trecho do livro de uma conversa entre o ministro Celso de Mello, que votou favorável a impugnação da candidatura de José Sarney, na época em que quis ser candidato ao senado pelo Estado do Amapá. O ministro do STF, então conversou por telefone com o Saulo Ramos:

– Doutor Saulo, o senhor deve ter estranhado o meu voto no caso do presidente

-Claro! O que deu em você?

-É que a Folha de S.Paulo, na véspera da votação, noticiou a afirmação de que o presidente José Sarney tinha votos certos dos ministros que enumerou e citou meu nome como um deles. Quando chegou minha vez de votar, o presidente já estava vitorioso pelo número de votos a seu favor. Não precisava mais do meu. Votei contra para desmentir a Folha de S.Paulo. Mas fique tranquilo. Se meu voto fosse decisivo, eu teria votado a favor do presidente.

-Espere um pouco. Deixe-me ver se compreendi bem. Você votou contra o Sarney porque a Folha de S.Paulo noticiou que você votaria a favor?

- Anúncio -
- Anúncio -

-Sim.

-E se o Sarney jã não houvesse ganhado, quando chegou sua vez de votar, nesse caso, votaria a favor dele?

-Sim.

-E se o Sarney já não houvesse ganhado, quando chegou a sua vez de votar, você, nesse caso, votaria a favor dele?

– Exatamente. O senhor entendeu?

-Entendi. Entendi que você é um juiz de merda.

O conteúdo do manifesto dos militares é este:

Ao S. José Celso de Mello Filho.

Ninguém ingressa nas Forças Armadas por apadrinhamento. Nenhum Militar galga todos os postos da carreira, porque fez uso de um palavreado enfadonho, supéfluo, verboso, ardiloso, como um bolodório de doutor de faculdade.

Nenhum militar recorre à subjetividade, ao enunciar ao subordinado a missão que lhe cabe executar, se necessário for, com o sacrifício da própria vida.

Nenhum Militar deixa de fazer do seu corpo uma trincheira em defesa da Pátria e da Bandeira.

Nenhum Militar é comissionado para cumprir missão importante, se não estiver preparado para levá-lo a bom termo.

Nenhum Militar tergiversa, nem se omite, nem atinge o generalato e, nele, o posto mais elevado, se não merecer o reconhecimento dos seus chefes, o respeito dos seus pares e a admiração dos seus subordinados.

E, principalmente, nenhum Militar, quando lhe é exigido decidir matéria relevante, o faz de tal modo que mereça ser chamado, por quem o indicou, de general de merda.

Rio de JANEIRO, 13 de junho de 2020.

Créditos: https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/21171/com-mencao-a-juiz-de-merda-alto-escalao-das-forcas-armadas-entra-na-briga-com-o-stf


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Qual sua opinião?



Written by Silvia Cardoso Souza

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Jovem com síndrome de down salva uma menina de se afogar, mas foi ignorado por sua mãe

Mulher que sumiu em aeroporto teve corpo jogado em fornalha de laticínio, diz polícia