Covardia, Técnica em enfermagem é hostilizada por moradores de condomínio por trabalhar em hospital: “Contaminada, porca”

- Anúncio -

Em um momento tão difícil que o  mundo está atravessando, lutando contra uma perigosa pandemia, a do novo coronavírus, uma profissional de saúde, técnica de enfermagem, está sendo hostilizada por vizinhos, no condomínio onde mora.

A falta de empatia, compreensão e respeito por alguém que está na linha de frente do atendimento à pessoas que, todos os dias chegam aos hospitais com sintomas da doença e precisam de tratamento, é de entristecer.

A presença desses profissionais é da mais alta importância, médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, além de todo o pessoal que trabalha nas diversas unidades de saúde, colocando as próprias vidas em risco, muitos abrindo mão de ir para casa, temendo pela vida dos companheiros, pais e filhos.

- Anúncio -

Tudo isso, porém não é suficiente para livrar os profissionais de  saúde, como lamentavelmente acontece com a técnica de enfermagem Rúbia Karina Marchinski, que mora em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. Ela contou que já sofreu violência verbal, pelo menos por três mulheres que moram no mesmo condomínio, quando estava para entrar em sua casa.

É triste saber que isso esteja acontecendo, não apenas com Rúbia, mas outros profissionais também disseram estar sendo agredidos verbalmente, como se não bastasse o estresse que enfrentam diariamente no trabalho por conta do Covid-19, ainda precisam ter forças para superar a discriminação.

- Anúncio -

O Conselho Regional de Enfermagem do Paraná, recebeu a informação de que a hostilidade por parte de alguns moradores do condomínio onde a técnica de enfermagem mora, seria pelo receio da possibilidade da profissional espalhar o novo coronavírus.

O caso é tão grave que, Rúbia teve que tirar suas roupas da área de convivência para passar no carro. Ela também conta que sempre tomou todos os cuidados, inclusive quando foi pegar suas roupas que teve de levantar algumas roupinhas de bebê que estavam no varal, nesse momento as mulheres se aproximaram.

A técnica de enfermagem estava com os filhos, eles ouviram as moradoras dizendo para ela tirar as mãos contaminadas das roupinhas e ainda a chamaram de “porca”, fazendo ameaças caso voltasse à área.

Rúbia acionou a polícia e registrou B.O, temendo que a situaçõe piore. além de ter ficado muito triste.

Créditos: https://fofocas.net/covardia-tecnica-em-enfermagem-hostilizada-por-moradores-condominio-por-trabalhar-em-hospital/

- Anúncio -

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Qual sua opinião?



Written by Silvia Cardoso Souza

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Nova doença ligada ao coronavírus em crianças já fez vítimas fatais e preocupa cientistas

Autocines podem voltar à moda como nos anos 70 por conta da COVID-19