Mãe fala a real sobre 1ª vez com o marido após ter bebês trigêmeos

Ter um bebê é uma enorme alegria, mas também demanda todos os cuidados necessários para o bem estar do filho, imagine ser mamãe de trigêmeos. Para voltar à vida de marido e mulher, de modo que a intimidade sexual não sofra por falta de qualidade e satisfação, para muitas mulheres é um verdadeiro desafio.

Desiree Fortin é mãe de 3 lindo bebês, ela teve um parto de trigêmeos e não foi nada fácil resgatar a autoestima como mulher, passou por muitas fases, dentre elas a atenção e o tempo que precisava para os primeiros meses dos filhos, apesar das crianças precisarem de atenção por toda a infância, porém, no primeiro ano é a fase de acompanhamento em que tudo é muito novo, até mesmo para as mamães experientes, cada parto é uma nova experiência e cada filho apresenta suas próprias características, tanto na saúde como no comportamento e em tudo o mais.

Por conta da insegurança, Desiree se afastou sexualmente do marido sofrendo de depressão pós-parto e esse transtorno provocou estado de ansiedade, enquanto ela e o marido tentavam retornar a vida de marido em mulher, mas para isso, o desejo sexual não estava ajudando, no caso da mulher.

Usando a rede social The Perfect Mom, Desiree Fortin fala a real de como foi sua 1ª vez de sexo depois do nascimento dos trigêmeos, leia na íntegra;

“Eu havia dado à luz há três meses quando eu e meu marido fomos passar uma noite em um hotel. Nossa primeira noite sozinhos sem os trigêmeos. Eu estava tão nervosa porque iriamos transar. E eu não estava em um bom lugar, emocionalmente falando, eu estava no auge da minha depressão pós-parto. Meu corpo também ainda estava muito no pós-parto. Meus seios vazavam leite constantemente e estava difícil me achar bonita. Eu estava com medo de desapontar meu marido sexualmente e estava com medo de estragar nossa única noite a sós em tanto tempo.

Talvez para algumas mulheres o sexo após o parto seja algo mágico e incrível. Mas para outras mulheres é totalmente o contrário e foi assim comigo. Acho que eu não sou a única que passou por algo assim após o parto né?

Eu vou poupar vocês dos detalhes, mas só vou dizer que acabou comigo chorando e me sentindo ainda mais insegura. Eu acho que coloquei muita pressão naquela noite. Foi difícil me sentir atraente e eu estava preocupada com como seria lá embaixo. Só de pensar nisso eu já fico mal!

Eu e meu marido quase não pudemos fazer sexo na gravidez, por se tratar de trigêmeos. Então, nós estávamos há bastante tempo sem sexo. Felizmente, eu tenho um marido muito amoroso que não ligou para a maneira como meu corpo estava no pós-parto. Ele sempre viu a beleza em mim.

Na nossa primeira noite sem nossos filhos eu entendi muito sobre intimidade. Eu sentei na banheira e chorei muito e o Ryan estava eu meu lado. Ele disse o quanto me amava e o quão linda eu era. Ele também disse que estava preocupado com a minha depressão e ansiedade e que estaria ao meu lado durante todo o tratamento. Mal sabia eu que era esse tipo de intimidade que eu precisava naquela noite.

Sexo após o parto pode não ser incrível e está tudo bem. Demora para o seu corpo se recuperar. E eu acho que intimidade é sobre criar proximidade juntos, seja ela física ou emocional”.

Foto: reprodução

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Marina Souza

Olaa pessoal! Sou a Marina, amo escrever sobre maternidade, família e noticias de ultima hora, com intenção de colaborar com a sociedade e a família. Amo meus filhos e tenho uma gatinha preguiçosa. Ah ja ia me esquecendo, sou blogueira ha 12 anos.

Menino de 7 anos é espancado até a morte pela mãe e sua namorada por se recusar a se vestir como menina

Luiza Possi dá à luz seu primeiro filho e posta fotos do parto!