Maioria dos avós mantem remédios em locais que netos conseguem acessar, diz estudo

Foto ilustrativa

Acidentes domésticos estão no topo da lista de atendimento nas emergências de pediatria. Pais, avós e demais membros da família, temem pela segurança das crianças quando elas estão na rua, mas a atenção em casa é uma questão de prioridade. Muitos objetos, locais, produtos dos mais variados e medicamentos, podem esconder perigos que as crianças podem desconhecer, acabam se ferindo.

Na parte de medicamentos, muitos podem causar intoxicação nas crianças, outros os efeitos colaterais pela ingestão podem ser altamente perigosos. Esse é um cuidado que os avós precisam ter, sem exagerar, pode considerar uma situação de extremo perigo.

Os avós são pessoas que, em geral nessa fase da vida precisam fazer uso de mais remédios para manterá qualidade de vida. Com o passar dos anos, o organismo passa a ficar mais fragilizado e apresenta sintomas ou doenças que, levam o idoso a fazer uso diário para tratamento, em sua maioria de doenças crônicas. Para os adultos que tomam remédios receitados por médicos tudo bem, mas para os pequenos nem pensar.

O estudo da Universidade de Michigan, com avós de idade entre 50 e 80 anos, revelou que, os idosos quando visitam os netos ou vivem com eles, guardam os medicamentos em local que os netos têm acesso. Segundo a pesquisa, a cada 20 avós, somente 1 guarda em locais com tranca.

As crianças despertam curiosidade pelos remédios dos avós, por isso observam onde eles costumam guardam, até o dia em que se aventuram a pegar e usar.

Muitos avós acreditam estar guardando os remédios longe dos netos, colocam dentro das gavetas do armário, em cima da geladeira ou no banheiro, mas atenção, crianças são muito observadoras, um dia os netos podem pegar para experimentar. Para evitar uma intoxicação ou outro problema mais grave, o ideal é ter uma gaveta com chave para manter os netos longe dos remédios.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Marina Souza

Olaa pessoal! Sou a Marina, amo escrever sobre maternidade, família e noticias de ultima hora, com intenção de colaborar com a sociedade e a família. Amo meus filhos e tenho uma gatinha preguiçosa. Ah ja ia me esquecendo, sou blogueira ha 12 anos.

Menino de dois anos entra em coma alcoólico

Homem quer que ex devolva dinheiro que gastou com menino após DNA