Menino de 6 anos é acorrentado em casa pelo próprio pai

O pai que mantinha o filho de 6 anos acorrentado dentro de casa,  a polícia prendeu após terem recebido denúncias sobre como o menino estava sendo tratado. Pais dos coleguinhas de escola ligaram para a polícia pedindo que, autoridades fossem até a residência da família para resgatar a criança.

Quando os policiais chegaram a casa do menino, para averiguar as denuncias, de fato o que viram foi triste. O menino era mantido de joelhos e estava com uma corrente em volta da cintura atrás da porta. As condições em que a criança foi encontrada chocou os agentes de polícia, eles como profissionais que já se depararam com as mais diversas e terríveis situações, ficaram sensibilizados ao ver uma criança sendo criada em tais condições.

As fotos divulgadas pela própria polícia é o registro do momento em que chegaram a casa. Além do filho ser mantido acorrentado,  havia sinais de abusos pelo corpo, as escoriações e hematomas indicavam ter sofrido agressões. Na tentativa de justificar os maus tratos, o pai disse que batia no menino “para educá-lo”.

A criança vivia com o pai, um homem de 36 anos, e a madrasta de 27 na Ucrânia, Aidar-Mykolaivka.

Sobre o estado de saúde do menino, um porta-voz da polícia informou; “A criança não vai voltar para sua família. Ele está hospitalizado no momento e depois terá o acompanhamento psicológico necessário”.

O pai está sendo acusado pelo crime de tortura e abuso infantil, se for condenado pode pegar pena de até 5 anos em regime fechado.

Esse menino sofreu muito, mas graças aos pais dos amiguinhos que não se calaram e denunciaram os maus tratos, a polícia tomou conhecimento do caso resgatando a criança, por isso é muito importante procurar as autoridades, sempre que desconfiar ou souber de uma criança em risco. Um simples telefonema pode salvar a vida de alguém que não pode se defender.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Marina Souza

Olaa pessoal! Sou a Marina, amo escrever sobre maternidade, família e noticias de ultima hora, com intenção de colaborar com a sociedade e a família. Amo meus filhos e tenho uma gatinha preguiçosa. Ah ja ia me esquecendo, sou blogueira ha 12 anos.

Idoso perde casa por dívida e mata comprador do leilão

Veja primeiras fotos de Benício, após o acidente em que quase perdeu a vida