Menino desaparece de acampamento de férias e mãe desabafa

Entenda o que aconteceu com este menino de cinco anos e veja o desabafo de sua mãe:

O desaparecimento do menino de 5 anos que estava no acampamento por alguns dias das férias, intrigou a polícia local. O sumiço da criança só foi notado horas depois, no momento em que a mãe foi ao local para buscar o filho.

É comum para muitas famílias, durante as férias escolares, levar as crianças para acampamentos ou colônias de férias, esse é um modo de manter as crianças em uma atividade. Os Estados Unidos é um país onde o número de instituições e organizações que oferecem esse tipo de lazer fora do período das aulas regulares é muito comum. Mas no acampamento de Redwood, uma criança desapareceu.

Sherine Khalil, mãe do menino de 5 anos, deixou o filho no acampamento nas primeiras horas da manhã e antes do fim da tarde voltou ao local para pegar o menino, mas o choque foi terrível. Naquele momento ela soube que os funcionários do acampamento não sabiam onde estava o menino. Para alívio de Sherine, o menino foi encontrado por duas mulheres que ao vê-lo chamaram os policiais que estavam na região.

O desespero que essa mãe sentiu e sua experiência de pânico, diante da possibilidade de não mais encontrar o menino, viralizou na web quando ela publicou o desabafo. Confira a seguir:

“Nós fomos muito abençoados por nosso filho ter sido achado são e salvo, mas estamos traumatizados com o que ocorreu. Vivemos um dos piores pesadelos de qualquer pai ou mãe, nosso filho foi acampar e sumiu! E pior: os profissionais que deveriam estar cuidando dele, sequer notaram que ele havia sumido!

Quando eu fui para o acampamento buscar meu filho, comecei a perceber que estavam demorando muito para entregar ele. Fui ficando preocupada com a demora, pois estava vendo que outros pais já saiam com seus filhos. Eu então comecei a perguntar se havia algo errado e me diziam que não.

Enquanto isso, meu marido estava dirigindo do trabalho para casa quando recebeu uma ligação do seu trabalho dizendo que uma mulher havia ligado lá e revelado que haviam encontrado o filho dele!

Meu filho havia sido encontrado algumas quadras de distância do acampamento tentando atravessar uma rua super movimentada! Foi quando uma desconhecida em um carro parou, perguntou se ele estava sozinho e o colocou em seu carro. Poderia ser o estranho perigoso, mas felizmente era uma boa samaritana. Uma outra mulher apareceu e ao ver a cena perguntou se ela era parente da criança. Ela explicou que não, que estava colocando-o no carro para que não atravessasse a rua movimentada e que iria tentar descobrir quem ele era. As duas juntas ligaram para a polícia e então conseguiram descobrir meu marido e ligar para seu trabalho.

Meu marido me ligou desesperado com esta notícia, sem saber que eu também já estava angustiada sem saber onde nosso filho estava.

Quando a polícia chegou com meu filho, parecia surreal. Eu senti uma série de emoções. O diretor do acampamento chegou e admitiu que eles não sabiam que meu filho tinha desaparecido e também não sabiam dizer quando foi a última vez que o viram. Meu filho ainda estava sem a identificação que colocaram em todas as crianças. E eles também não souberam me explicar por que ele estava sem a identificação. Não sabiam me dizer nada!

Descobri que eles deixavam os portões do acampamento sempre abertos, o que certamente facilitou que meu filho escapasse. Decidi compartilhar minha história para que os pais fiquem atentos e pesquisem bem sobre o acampamento em que vão deixar seus filhos.

Eu ainda acho acampamentos uma experiência positiva para as crianças, mas da próxima vez vou pesquisar muito mais antes de deixar meu filho ir em um”.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Marina Souza

Olaa pessoal! Sou a Marina, amo escrever sobre maternidade, família e noticias de ultima hora, com intenção de colaborar com a sociedade e a família. Amo meus filhos e tenho uma gatinha preguiçosa. Ah ja ia me esquecendo, sou blogueira ha 12 anos.

Menino morre pouco após implorar pra não ser devolvido aos pais

MENINO É ACORRENTADO, ESPANCADO E TORTURADO PELA MÃE