Menino especial tenta tirar própria vida após sofrer bullying do professor; ‘estado vegetativo para o resto da vida’

- Anúncio -

Jamari Den, um garoto especial de 11 anos, tentou se suicidar em fevereiro deste ano,

Sua história só se tornou publica na última quarta-feira (12), pois sua mãe processou as escolas públicas de Chicago nos Estados Unidos, onde a criança estudava.

Além dos pais de Jamari, outras famílias denunciaram as mesmas escolas, pelos mesmos motivos.

- Anúncio -

Jamari sofreu durante um ano, em duas escolas diferentes. Medgar Evers, a primeira escola, o menino sofreu bullying de alunos e de professores. Uma professora em especial foi quem cometeu mais bullying nesta escola. Segundo o processo, esta professora além de xingar a criança de “retardado”, “idiota”, entre outros, ainda fez comentários racistas contra Jamari.

Em uma ocasião ela chegou a dizer que o cabelo afro ‘o deixava burro’. Além disso, ela chegou a agredi-lo fisicamente.

Teirra Black, mãe da criança percebeu que a direção não tomara nenhuma providência e o retirou da escola.

Ele foi transferido para a Woodson Elementary, e lá o bullying foi ainda pior, e ele chegou a ser agredido por professores diversas vezes.

Foi quando ele tentou se suicidar se enforcando, mas felizmente foi salvo pela irmã que o encontrou pendurado.

Mas por conta do tempo que ficou sem oxigênio no cérebro ele terá de respirar com ajuda de aparelhos para o resto de sua vida. O processo contra as escolas continua em andamento.

- Anúncio -

Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Written by Ana Paula Richa

Jornalista de profissão, e redatora por vocação. Escrevo com prazer tentando passar em palavras, emoções que possam tocar a vida das pessoas. Nas horas vagas mamãe de gatos e degustadora de cafés, que são meus grandes amores.

RECEITA DE BATATA “FRITA” DE MICRO-ONDAS: FEITA SEM ÓLEO E PRONTA EM APENAS 6 MINUTOS, APRENDA A FAZER

Aprenda a fazer um pãozinho de liquidificador, super prático e gostoso, é muito fácil veja