Menino que sofria bullying é atropelado por trem diante de 50 colegas

- Anúncio -

Mais uma vítima fatal de bullying, o menino não suportou o sofrimento e é atropelado por um trem.

O adolescente de 14 anos, Sam Connor, é mais uma vítima que, infelizmente entra para as estatísticas de morte em decorrência do sofrimento que dezenas de jovens causaram ao praticar bullying contra ele, a maioria da escola.

Sam estava na estação de trens de Chertsey na Inglaterra, em Surrey. O adolescente seguiu em direção aos trilhos e se deitou sobre eles, até que um trem o atropelou. O suicido foi assistido por muitos colegas e outras pessoas que também estavam na estação. No momento fatal, mais de 50 alunos da mesma escola estavam presentes e viram o momento em que tudo aconteceu.

- Anúncio -

O menino passava a maior parte do tempo sozinho, inclusive nos intervalos das aulas, o bullying deveria ser muito pesado, embora seja sempre nocivo para a maioria dos adolescentes e crianças.

- Anúncio -

“Não consigo pensar em uma emoção para descrever como eu estou me sentindo agora. Nenhum pai ou mãe deve ter que enterrar seu filho. São os filhos que sempre deveriam ter que enterrar seus pais”, disse um colega que fazia aulas de dança com o jovem Sam Connor.

A escola Salesian School, ondeSam era aluno, informou que pretende realizar encontros com alunos, pais e comunidade para falar sobre os danos que o bullying causa, é um modo de conscientizar sobre essa questão tão séria.

Deborah Barrett, madrasta de Sam comentou sobre o perfil do enteado; como “uma alma sensível com um ótimo senso de humor”. A família de Sam é grande, deixa três irmãs e dois irmãos, além do pai e madrasta.

Infelizmente Sam não é a primeira vítima de bullying que tira a própria vida, em todo o mundo, há notícias de jovens que cometeram suicídio.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Qual sua opinião?



Written by Silvia Cardoso Souza

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Pai que estuprou bebê de um ano é condenado a 70 anos de prisão

Entenda misterioso caso do menino que foi achado dentro desta caixa