Morre chinês infectado com hantavírus, especialistas dizem que não há motivo para preocupação

- Anúncio -

Na última segunda-feira, 23 de março, a morte de um chinês se tornou mais uma preocupação na China. O teste realizado para hantavírus foi positivo para o vírus que os roedores espalham.

Embora o medo tenha aumentado com essa notícia, ainda mais nesse momento em que o  mundo está mobilizado para combater o novo coronavírus, o Covid-19. Especialistas disseram que a possibilidade de uma pandemia é pouco provável.

O porta-voz do Partido Comunista Chinês (PCC) , escreveu para o jornal The Global Times dizendo; Ele foi testado positivo para #hantavirus. Outras 32 pessoas no ônibus foram testadas”.

- Anúncio -

As únicas informações que se tem conhecimento sobre o chinês que morreu com  hantavírus, diz que ele era de Yunnan e estava indo para a província de Shandong.

O jornal The Global Times foi compartilhada no Twitter, rapidamente a notícia foi compartilhada centenas de vezes e parece que o pânico já começou.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) informou que, casos de contaminação pelo hantavírus são muito raros e que, não há motivos para o pânico. Esse vírus infecta por meio da urina dos animais roedores, fezes, saliva.

- Anúncio -

Nos Estados Unidos algumas mortes foram relatadas, pode ter acontecido por determinados tipos de camundongos que teriam transportado o vírus, segundo o CDC.

Outra forma de transmissão do hantavírus é a transmissão pela respiração, quando uma pessoa inala o ar contaminado; “Os hantavírus que causam doenças humanas nos Estados Unidos não podem ser transmitidos de uma pessoa para outra”, diz o CDC.

O cientista sueco Dr. Sumaiya Shaikh no Twitter falou sobre o vírus; “O #hantavirus surgiu pela primeira vez na década de 1950 na guerra americano-coreana na Coreia (rio Hantan). Ele se espalha a partir de ratos / roedores se os seres humanos ingerirem seus fluidos corporais. A transmissão de humano para humano é rara”, depois completou; “Por favor, não entre em pânico, a menos que você planeje comer ratos”.

O site do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) publicou; “Pacientes com infecção por hantavírus geralmente se apresentam de maneira inespecífica com um pródromo febril relativamente curto, com duração de 3-5 dias. Além de febre e mialgias, os primeiros sintomas incluem dor de cabeça, calafrios, tontura, tosse improdutiva, náusea, vômito e outros sintomas gastrointestinais”.

- Anúncio -

Fonte: Epoch Times


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Qual sua opinião?



Written by Silvia Cardoso Souza

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Em vídeo, apresentador do JN internado por Covid-19 comemora sua melhora de saúde

Enfermeira de 40 anos morre em SP após testar positivo para Covid-19