Mulher é presa após esquartejar filho de três meses

No dia 3 e maio, um bebê foi encontrado morto, dentro de uma sacola plástica no povoado Vinagre, na cidade de Itapecuru Mirim, no Maranhão.

Imagens de uma câmera de segurança próximas ao local, apontaram para o taxista Jackson Matos Pereira.

O homem e a esposa, Marilene dos Santos Menezes, foram presos por suspeita de participação no crime, mas alegaram não saber do que se tratava.

Jackson disse à polícia que a sacola estava dentro do carro, mas a deixou no matagal após sentir um cheiro forte e desconfiar que algum passageiro teria esquecido uma sacola de carne no carro, e que a carne teria apodrecido ali.

Depois da prisão dos pais, Patricia Maria dos Santos Pereira, de 20 anos, foi até a delegacia e confessou que ela disse que sofreu um aborto espontâneo, mas que o bebê teria nascido morto, e ela então jogou o corpo em uma sacola e colocou no carro do pai.

A polícia não acredita nessa versão e diz que o bebê estava esquartejado.

Segundo o laudo do IML, a criança foi morta e depois esquartejada.

A polícia agora investiga se o caso tem relação com magia negra, e quais pessoas estariam envolvidas.


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇

Written by Professora Marta S. Carvalho

Professora Marta de Ciências Sociais na faculdade Paulista em São Paulo e Jornalista de paixão.

Cabo de aço se rompe e pessoas despencam em brinquedo de parque de diversão; vídeo

Menino come cinco refeições por dia para salvar a vida de seu pai