Último Adeus:Italianos doam tablets para que pacientes terminais se despeçam das suas famílias

- Anúncio -

É muito triste o quadro que a pandemia causada pelo Covid-19 está fazendo no mundo, especialmente o que a imprensa tem acompanhado na Itália. Um país que se encontra diante de uma realidade brutal com altos índices de pessoas infectadas.

A doença fez da Itália, o país atualmente com maior número de mortes e de pacientes infectados. Ruas vazias, tudo fechado, menos farmácias e mercados, a vida dos cidadãos, antes alegre recebendo muitos turistas, ultimamente é só tristeza e dor.

O governo está lutando para conseguir lidar com essa situação devastadora, as equipes de saúde estão entrando em estado de aflição, ao ver quantas vidas são perdidas todos os dias. Todos os profissionais estão trabalhando praticamente sem descanso, como mostrou reportagem da BBC Brasil.

- Anúncio -

Um dos problemas que começou a surgir, é a falta de leitos nos hospitais, para abrigar tantos pacientes que precisam de internação com urgência. 

O governo italiano pediu ajuda a Cuba, formando um acordo para o envio de médicos. Os cubanos chegaram domingo, 22/03 e foram recebidos com aplausos no aeroporto.

Pacientes internados com Covid-19 precisam ser mantidos sem visitas, longe do convívio da família, muitos morreram sem dar o último adeus, para evitar contaminação.

- Anúncio -

Uma paciente queria muito falar com a neta, uma médica ficou tão comovida, que telefonou para a neta e a avó pôde se despedir da família antes de ir a óbito.

Médicos e equipes entendem que é um direito do paciente que está nas últimas, ter o direito de dar o último adeus, falar com as pessoas que ama, ou pelo menos, as mais próximas.

Foi assim que um grupo de militantes do partido democrático na Zona 6 de Milão se reuniu e comprou 20 tablets doando para o Hospital San Carlo. A doação foi para que os pacientes em estado terminal, possam falar com seus ente queridos por vídeo chamada, ao menos uma vez antes de partir.

O vereador, Lorenzo Musotto, falou sobre a ideia do “O Direito de Dizer Adeus”, criada pelo partido democrático na Zona 6 de Milão;

- Anúncio -

“A ideia de não ser capaz de dizer adeus me machuca mais do que a própria morte e existem outros locais com idosos, hospitais e asilos, onde não há mais a possibilidade de dizer adeus.

Estou profundamente convencido da importância de máscaras, luvas, máquinas, mas o direito de dizer adeus não deve ser menos importante.”

Fonte: R7


Qual sua opinião? Escreva abaixo👇
- Anúncio -

Qual sua opinião?



Written by Silvia Cardoso Souza

Professora Silvia, dou aulas no periodo vespertino e escrevo noticias nos sites da rede Maetips. Mãe de dois meninos, Lucas e Renato de 6 e 12 anos. Sejam muito bem vindos.

Após sentir falta de ar e mal estar Fábio Jr se interna em São Paulo e deixa fãs preocupados

Teste da irmã de Angélica é positivo para Covid-19